.mais sobre mim

.arquivos

. Maio 2010

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.posts recentes

. ...

. ...

. Duvidas ao por o preserva...

. Manual de Boas Práticas d...

. Situação das IST em Viana...

. como colocar preservativo...

. Por pedidos colocamos nov...

. Para os alunos da FP

. Saúde no prós e contras

. ...

.Visitantes

besucherzählercontador de visitas
datingfont>
Exemplo

O que voce deseja saber sobre IST/SIDA?

Nome:

E-Mail:

Comentário:



Ordem dos Enfermeiros

linha directa

Biblioblogue

Sábado, 1 de Dezembro de 2007

Esta é uma boa realidade !!!

VIH/Sida: Ministro diz que incidência da doença em Portugal está a diminuir 1 de Dezembro de 2007, 16:43 Lisboa, 01 Dez (Lusa) - A incidência e a prevalência da Sida em Portugal está a diminuir, mas é primordial continuar a apostar na educação e sensibilização da população, defendeu hoje o ministro da Saúde, no Dia Mundial de luta contra a doença. "Os números neste momento, de 2006, representam, no caso da infecção, os números mais baixos desde 2001 e, no caso da Sida, os números mais baixos desde 1996, o que significa que se está a reduzir a incidência e a prevalência da doença", disse Correia de Campos no final de uma reunião do Conselho Nacional para a Infecção VIH/Sida. Até ao final de Setembro deste ano estavam registados em Portugal mais de 32.000 casos de HIV/Sida, com um relatório das Nações Unidas, a indicar que Portugal é o quarto país da Europa Ocidental que mais casos novos diagnosticou em 2006. De acordo com o ministro da Saúde, a principal arma para combater esta realidade passa pela educação, informação e conhecimento, sobretudo nas escolas, bem como por "uma distribuição muito vasta de preservativos". "É muito importante que a educação se faça desde o nível de educação primário ou secundário", defendeu Correia de Campos, adiantando que os alunos são eles próprios "informadores para a sua família". Correia de Campos lembrou que, do lado da evolução positiva, o número de casos de transmissão da doença de mães para filhos caiu de 25 por cento para apenas dois por cento e que as infecções através de seringas também têm vindo a diminuir. Quanto à intervenção nas prisões junto dos reclusos, nomeadamente através da distribuição de seringas, o ministro limitou-se a referir que o processo está a decorrer, remetendo outros pormenores para o ministério da Justiça. Questionado ainda sobre a proposta já avançada pelo ministério da Saúde de colocar anti-retrovirais à venda nas farmácias, Correia de Campos apenas adiantou que se trata de "um processo que precisa do acordo de três entidades" - hospitais, farmácia e cidadãos - e que não avançará sem a concordância das três partes. "Os cidadãos receiam uma situação de estigma, têm um desejo e um direito de ter a sua privacidade reservada", acrescentou. A venda de anti-retrovirais nas farmácias foi proposta por Correia de Campos e conta com a reprovação da Ordem dos Médicos, que defende que isso seria uma situação de grande risco para a saúde pública. Entretanto, o coordenador nacional para a infecção VIH/Sida destacou igualmente que o número de casos está a diminuir em Portugal, considerando, no entanto, que é essencial reforçar a prevenção. Segundo Henrique Bastos, tem havido nos últimos tempos uma tentativa de promover "as declarações de casos", o que poderá ter levado a um aumento das notificações, ainda assim "não são infecções novas", mas sim doentes portadores da infecção há vários anos. PAB. Lusa/Fim
publicado por Enfermeiros às 18:02
link do post | comentar | favorito
|

.links

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds